Mar 28, 2020

Sindpesp entra na justiça para evitar coronavírus nas delegacias

1
0
0
s2smodern


O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo ingressou com uma ação de obrigação de fazer contra o Estado para que o governo tome medidas para evitar a propagação do coronavírus nos distritos policiais paulistas e garantir a segurança dos policiais e da população.

A ação, que inclui pedido de liminar para que as medidas comecem imediatamente, exige que o Estado garanta aos policiais medidas restritivas para que a contaminação pelo vírus seja minimizada nos distritos policiais.

“São medidas de bom senso, que estão sendo adotadas em todo o Brasil, mas que o Governo paulista não estabeleceu para a Segurança Pública, colocando em risco a saúde de policiais civis, militares e de toda a população”, revela a presidente do SINDPESP, Raquel Kobashi Gallinati.

A ação solicita, entre outras medidas, a disponibilização de álcool gel nas áreas de atendimento ao público e para os policiais e funcionários, funcionamento dos distritos apenas para registro de boletins de ocorrência urgentes e que não possam ser feitos via delegacia eletrônica e afastamento temporário de policiais que se enquadrem nos grupos de risco para a doença.

A ação também solicita a suspensão das atividades na Academia de Polícia Doutor Coriolano Cobra (Acadepol).

“Essas medidas limitam a propagação do Covid-19 nas delegacias e entre policiais, minimizando o prejuízo com a redução do atendimento ao público”, explica a presidente do sindicato. “Em um momento de pandemia, em que toda a população é alvo de cuidados, os policiais civis e suas famílias não podem ficar expostos à contaminação por omissão do Governo”, completa Raquel Gallinati.

 

Veja a ação judicial clicando aqui


Portal Sindpesp


DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados

 

 

 

1
0
0
s2smodern

Destaques