Início Notícias Furtos durante o Corso de Teresina têm redução de 56%

Furtos durante o Corso de Teresina têm redução de 56%

PI: Secretaria de Segurança do Piauí também pontuou que durante o evento não foi registrada nenhuma ocorrência de roubo.

 

A Secretária de Segurança Pública reforçou o policiamento do tradicional Corso de Teresina (PI), realizado nesse sábado (03), na avenida Raul Lopes, zona leste da capital. De acordo com o informado pela SSP, cerca de 1000 agentes de segurança, entre Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria de Justiça, STRANS e Guarda Civil Municipal, atuaram de forma conjunta.

 
Os foliões puderam contar com os serviços disponibilizados pelo Centro Integrado de Segurança Pública, como registro de boletins de ocorrência, além de um espaço exclusivo para o atendimento de mulheres vítimas assédio sexual.

De acordo com o Superintendente de Ações Integradas, Matheus Zanatta, durante o evento foram registrados 36 furtos, duas pessoas foram presas em flagrante, sendo um por furto qualificado e outro por importunação sexual e 13 aparelhos celulares furtados foram recuperados e devolvidos a seus proprietários.


Além disso, foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de receptação e três por consumo pessoal de entorpecentes.

“Houve uma significativa redução em relação ao ano anterior onde contabilizamos 65 furtos, ou seja, reduzimos quase pela metade, alcançamos uma redução de 56%. Vale ressaltar, que no ano passado tivemos uma redução de 90% no número de roubos e este ano zeramos, não tivemos nenhuma ocorrência dessa natureza”, pontuou Zanatta.

 
O Superintendente também ressaltou que o homem preso em posse de 13 celulares roubados, já possui passagens pela polícia pela mesma prática criminosa.

“O mesmo é conhecido por atuar em grandes eventos, inclusive, no ano passado ele foi preso após roubar celulares em um evento em Pedro II”, finalizou.

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social