Início Notícias Dono de padaria ameaça cliente de morte em briga por uso de...

Dono de padaria ameaça cliente de morte em briga por uso de notebook

SP: Um homem foi filmado ameaçando de morte clientes de uma padaria em Barueri, na Grande São Paulo, após uma discussão por causa de um notebook. Ele estava com um pedaço de madeira.

 

Um homem foi filmado ameaçando de morte clientes de uma padaria em Barueri, na Grande São Paulo, após uma discussão por causa de um notebook. Ele estava com um pedaço de madeira.

O que aconteceu

O homem seria o proprietário da padaria Empório Bethaville, segundo o cliente e a polícia. Vídeos mostram ele reclamando com os clientes sobre não ser permitido deixar o computador em cima da mesa.

A discussão aumenta e, em vídeos seguintes, o homem aparece perseguindo os dois e os ameaçando de morte. O caso foi confirmado ao UOL pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo).

A confusão foi registrada por crime de ameaça. O fato ocorreu na última quinta (1º), na hora do almoço.

O cliente, o empresário Allan Barros, 32, disse, nas redes sociais, ter acionado o “departamento jurídico”. Ele acusa o proprietário de ter esse comportamento recorrente. A reportagem tentou entrar em contato, mas não teve resposta até a publicação.

Tanto o site quanto as redes sociais do local foram tirados do ar — desde ontem (2), a conta da loja tem sido bombardeada em sites de indicação por usuários revoltados.

Confusão e ameaça

“Você sabe ler? São normas do estabelecimento”, diz o homem, exaltado, ao reclamar que o notebook está em cima da mesa. Desde o início, ele mostra irritação por estar sendo filmado e chega a dar um tapa na mão do cliente. “Não filma”, ele grita.

Com a negativa de Allan, os dois começam a discutir e trocam ameaças sobre “ir lá fora”. “Vai lá fora agora, cara. Você não falou que é homem? Vai lá fora. Aproveita que tem uma viatura ali, a gente vai resolver isso agora”, diz o suposto proprietário da padaria.

Pelo menos quatro vídeos circulam nas redes sociais, mostrando a confusão de forma picotada. A sequência das imagens mostra Allan correndo à frente de um posto de gasolina, sendo perseguido pelo homem com um pedaço de madeira.

“Eu vou pegar esse cara, vou matar esse cara”, grita o homem, após cair no chão. Ele é levantado por funcionários. “Filma não”, ele grita, ao ver que o amigo que acompanhava Allan o registra.

“Eu vou matar vocês”, continua o homem, segurado pelos funcionários. Em outro vídeo, ele segue com o pedaço de madeira perseguindo Allan. “Grandão, fica na sua”, grita ele, para outro homem que estava filmando.

Toda a ação acontece em frente a um carro estacionado da Polícia Civil. Não é possível ver os policiais. Segundo a SSP, o caso foi registrado como crime de ameaça “em uma delegacia do município”. Ninguém foi preso.

UOL

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social