Jul 16, 2019

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Policial pede ajuda em delegacia após ser agredida e ameaçada pelo marido

1
0
0
s2smodern

Na madrugada deste domingo (5), agressor de 34 anos foi denunciado pela esposa, de 35 anos, depois de dar socos na vítima e ainda ameaçá-la de morte. Eles voltavam para casa quando o crime aconteceu, dentro do carro, na frente de uma delegacia localizada na Avenida Ministro João Arinos.

 

O boletim de ocorrência foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), por volta das 5 horas. A vítima, que é policial civil, contou que é casada com o agressor há 13 anos, tem filhos com ele e já foi agredida outras vezes, mas nunca chegou a registrar os casos em uma delegacia por medo de expor as crianças.

 

Segundo a mulher, ela e o marido voltavam de uma boate da Capital, quando começaram a discutir. “Chegando em casa você vai ver como é ser tratada como um homem” e “se eu ver você com outro eu te mato”, foram as ameaças feitas pelo marido dentro do carro. A vítima disse que não iria voltar para a residência da família, mas ele não a deixou descer do carro.

 

Quando passavam na frente da delegacia, a mulher puxou o freio de mão e, ao tentar descer do carro, o marido a segurou pelo cabelo e a agrediu com socos na cabeça. Ela conseguiu sair do veículo e ficou sentada na calçada, na frente da delegacia. O agressor disse para a vítima voltar para o carro, momento em que ela bateu no portão da delegacia.

 

Com medo, o homem fugiu. No veículo estava a bolsa da vítima, com os documentos e a arma, uma pistola .40. Após registrar a agressão na Deam, ela solicitou medida protetiva contra o marido. Ele responderá por lesão corporal dolosa e ameaça, crimes qualificados por violência doméstica.

 

Midia Max

 

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados

 

 

 

 

 

1
0
0
s2smodern

Destaques