Jan 16, 2021

Policiais Civis realizam operação contra grupo ligado a acusados na Lava Jato que movimentaram R$ 800 milhões

1
0
0
s2smodern

 

Policiais civis cumprem nesta 3ª feira (15.dez.2020) mandados da operação Piànjú, que investiga grupo criminoso que tinha ligações com acusados na operação Lava Jato.

O grupo teria movimentado mais de R$ 800 milhões em esquema de lavagem de dinheiro por meio de empresas fictícias. Eles também teriam falsificado documentos públicos e particulares, inserido dados falsos em sistemas informatizados, cometido estelionato e falsa comunicação de crime.


A operação é realizada em 4 Estados: Espírito Santo, São Paulo, Ceará e Alagoas.

A investigação levou 2 anos e descobriu que o grupo que atuava no Espírito Santo agia como “prestador de serviços de lavagem de capitais para outras organizações criminosas, e tinha ligação com empresas e pessoas denunciadas no âmbito de diversas fases da Operação Lava Jato”, como as operações Chorume e Descarte, segundo informou a polícia.

Esse grupo também teria ligações com empresas que atuaram com os doleiros Alberto Youssef e Nelma Kodama.

O grupo se valia da precariedade do sistema atual de emissão de identidades civis, e os beneficiários tinham os valores remetidos para contas de empresas na China e Estados Unidos.

Na operação, os agentes apreenderam 12 imóveis, 3 veículos de luxo, 12 motos aquáticas e 11 embarcações.


Agência Brasil


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques