Dez 15, 2018

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Delegados do TO repudiam exoneração de Bruno Boaventura: “volta aos tempos dos coronéis”

1
0
0
s2smodern

TO: Ex-delegado regional de Araguaína, Bruno Boaventura

Ao menos 21 delegados que compõem a 1ª Delegacia Regional de Araguaína assinaram nota de repúdio contra a exoneração de Bruno Boaventura Mota, nesta sexta-feira, 16. Ele exercia cargo de confiança desde junho de 2017, mas caiu quando a Polícia começou a investigar o escândalo do lixo hospitalar.

Os 21 delegados firmaram o compromisso de nenhum assumir o cargo deixado pelo colega Bruno, pois considera a exoneração “sorrateira” e perseguição política”. “Representa o retorno a tempos sombrios da história do Tocantins, quando “coronéis” mandavam e desmandavam.”

Segundo a nota, apesar da ausência de fundamentação do ato de exoneração, camuflado numa dispensa coletiva e sorrateira que deixou todas as regionais de polícia sem responsáveis, resta clara a perseguição política empregada por este governo na tentativa de politização da Polícia Civil.

Cita ainda que o fato de a exoneração do Chefe da Regional de Araguaína ter ocorrido logo após as recentes investigações envolvendo a família do deputado estadual Olyntho Neto (PSDB), líder do Governo na Assembleia Legislativa, relacionada ao armazenamento irregular de lixo hospitalar num galpão na cidade de Araguaína, demonstra a inequívoca ingerência política nas ações da Polícia Civil.
“Aliás, não custa lembrar recente evento ocorrido na última campanha eleitoral, quando a Polícia Civil realizou operação que resultou na apreensão de meio milhão de reais de origem suspeita em poder do irmão deputado estadual Olyntho Neto.” Ressalta.

“A exoneração do Dr. Bruno representa o retorno a tempos sombrios da história do Tocantins, quando “coronéis” mandavam e desmandavam através de ações políticas arbitrárias, sendo que admitir tais práticas seria ir à contramão do país, que vive um momento ímpar em sua história, vide o intenso combate à corrupção, com operações importantes como a Lava-Jato e outras“.

“Não podemos admitir isso! O Tocantins é nossa terra e a Polícia Civil continuará atuando incessantemente no combate à corrupção e a todas as formas de criminalidade”.


Em apoio ao excelente trabalho de Bruno Boaventura, os delegados abaixo fazem o público compromisso de NÃO assumirem o cargo delegado-regional arbitrariamente retirado do honroso colega.


Adriano de Aguiar Carvalho

Alexander Pereira da Costa


Amaury S. Marinho Júnior


Ana Maria Barros Varjal


Breno Eduardo Campos Alves


Charles Marcelo de Arruda


Cithia Miura Nakayama


Fellipe C. Ayres Pereira


Fernando Rizério Jayme


Guilherme Coutinho Torres


Gustavo Toledo Vaz de Mello


José Anchieta de M. Filho


José Rérisson Macedo Gomes


Luís Eduardo Amaral Freitas


Luís Gonzaga da Silva Neto


Maria Dinesitânia Rocha Cunha


Pedro Nunes Vieira Júnior


Romeu F. de Carvalho Filho


Sarah Lilian de Souza Rezende


Thiago Xavier de Faria Alves


Tobias Luiz Nunes de Souza


Veja os delegados regionais que foram exonerados dos cargos:

  • Bruno Boaventura - Delegacia Regional de Araguaína

  • Abelice Abadia da Cunha Oliveira - Delegacia Regional de Alvorada

  • Adriano Carrasco dos Santos - Delegacia Regional de Guaraí

  • Afonso José Azevedo de Lyra Filho - Delegacia Regional de Dianópolis

  • Clecyws Antônio de Castro Alves - Delegacia Regional Miracema

  • Eduardo Morais Artiaga - Delegacia Regional de Araguatins

  • José Antônio da Silva - Delegacia Regional de Arraias

  • Lucélia Maria Marques Bento - Delegacia Regional de Gurupi

  • Olodes Maria de Oliveira Freitas - Delegacia Regional de Colinas do Tocantins

  • Tiago Daniel de Morais - Delegacia Regional de Tocantinópolis

  • Raimunda Bezerra de Souza - Delegacia Regional de Paraíso do Tocantins

  • Wagner Rayelly Pereira Siqueira - Delegacia Regional de Porto Nacional

 

Outras 149 pessoas foram dispensadas de cargos de chefia exercidos na Secretaria de Segurança Pública do Tocantins.



Repercussão em todo o país!


- SINDEPOL TO expediu Nota de Repúdio acerca da exoneração do delegado Bruno Boaventura. Clique AQUI e veja!


- Matéria também repercutiu no G1. Clique AQUI e veja!

- PETIÇÃO: Retorno do Delegado Bruno Boaventura e Cassação do Deputado Olyntho Neto

 - Quer assinar esta petição? http://chng.it/54RwZ6xg

 

NOTA DO PORTAL NACIONAL DOS DELEGADOS

O Portal Nacional dos Delegados manifesta sua solidariedade e apoio aos delegados de Polícia Civil do Estado do Tocantins. Repudia qualquer ato de improbidade, o qual ultrapassa os critérios jurídicos formadores dos atos administrativos, como o motivo usado para modificar a designação do delegado de polícia, o que causa prejuízo ao trâmite legítimo da atividade funcional da autoridade policial. É necessária e assim será feita, a ciência desse fato junto ao Ministério Público para providências a serem tomadas como forma de remediar isso.

Editoria do Portal Nacional dos Delegados.


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social 

 

 

1
0
0
s2smodern

Destaques