Início Notícias DRACO do PI deflagra operação e prende 14 integrantes do PCC

DRACO do PI deflagra operação e prende 14 integrantes do PCC

PI: A ação foi deflagrada, na manhã desta quinta-feira (18), na região da Vila Santo Afonso.


A Polícia Civil do Estado do Piauí, através do Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), deflagrou a Operação Draco 87, na manhã desta quinta-feira (18) contra faccionados do PCC (Primeiro Comando da Capital). Foram cumpridos 14 mandados de prisão e de busca e apreensão, na zona norte de Teresina.

Todos os mandados de prisão foram cumpridos na região da Vila Santo Afonso, nas proximidades do Lagoas do Norte, resultando na prisão dos 14 alvos.

Conforme informações do delegado Charles Pessoa, coordenador do DRACO, a investigação teve início ano passado. “Operação Draco 87 teve como foco a zona norte da capital, mais especificamente a região da Vila Santo Afonso e as proximidades. Ela teve como objetivo dar cumprimento a 14 mandados de prisão em desfavor de membros de uma determinada facção criminosa. Essa investigação iniciou no fim de 2023 onde nós desarticulamos um núcleo do Tribunal do crime na região da Vila Santo Afonso e posteriormente deflagramos uma segunda operação e muitas prisões e estamos na terceira fase só na região da zona norte”, disse.

“Os presos de hoje integram a facção criminosa. Esse núcleo do tribunal do crime foi desarticulado ainda no primeiro semestre do ano passado, mas todos esses presos de hoje integram essa mesma facção criminosa [PCC], além da prática de outros crimes como tráfico de entorpecentes. Eles também vinham cometendo diversos roubos”, explanou o delegado Charles Pessoa.

O coordenador do Draco adiantou ainda que foram apreendidas drogas e celulares com os presos. “Foi apreendida uma certa quantidade de entorpecente e celulares. Todos eles estão presos por força de mandados de prisão temporária, mas já temos elementos suficientes e tenho certeza que ao final da investigação tem procedimento e todos eles serão indiciados e essas prisões serão convertidas em prisões preventivas”, completou Charles Pessoa.

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social