Nov 26, 2020

Delegado sobe ao palco e encerra festa irregular em SC; vídeo

1
0
0
s2smodern

Uma festa irregular foi encerrada por um delegado na noite de sábado (7) em Fraiburgo, no Oeste catarinense. Wanderson Silveira (imagem), titular da comarca, anunciou o fim da festa após subir no palco e pedir por respeito às normas contra o contágio do coronavírus na região. Mesmo em risco grave de contágio no município, aproximadamente 300 pessoas participavam do evento.

A polícia chegou ao local após denúncias de irregularidades. Segundo a Polícia Civil, um procedimento administrativo será instaurado para apurar a conduta do responsável pelo estabelecimento. O estabelecimento afirmou que estava dentro das regras.

"Vou pedir, primeiramente com educação, para que os senhores, se têm um pouco de educação, respeite. Depois, que os senhores saiam de forma ordeira, porque esse evento está totalmente irregular", disse o delegado.


O estabelecimento estava em desacordo com a Portaria Secretaria Estadual de Saúde (SES) número 744/20 e Decreto Municipal número 239/20, informou Silveira. Além disso, vários participantes estavam sem máscara e o distanciamento social foi desrespeitado.

Em seguida, algumas pessoas se manifestaram de forma contrária à fala do delegado. Silveira então solicita novamente o fim da festa e as pessoas deixaram o local do evento.

“Chegando até o local, observamos que não estavam cumprindo esses atos normativos e solicitamos aos organizadores do evento que terminasse e cessasse o evento em razão da grande possibilidade de contágio. Algumas pessoas começaram a insurgir, e conseguimos identificar a pessoa que estava incitando as outras e retiramos do evento”, afirmou o delegado na manhã desta segunda-feira (9).

As determinações proíbem eventos de shows nas regiões classificadas como grave ou gravíssimo, segundo o governo catarinense. Fraiburgo está na região da Matriz de Risco apontada como grave para a propagação da Covid-19.

Além da festa, localizada no interior de Fraiburgo, outros quatro estabelecimentos foram fiscalizados. Três foram fechados por desrespeito às regras. "Paralelamente, a Vigilância Sanitária também fiscalizou e aplicou as penalidades cabíveis", disse Silveira.

Em contato nesta manhã, a casa noturna afirmou que estava dentro das normas exigidas tanto na capacidade do público, como nas exigência relacionadas ao público sentado. O estabelecimento informou ainda que esta tomando as providências necessárias e pediu desculpas para os clientes.

Também no sábado, em Corupá, no Norte catarinense, a Polícia Civil encerrou um evento com 200 pessoas e prendeu 24 delas. A polícia também apreendeu drogas no local.

A festa foi interditada por volta das 20h30, mas a informação recebida pela PM era de que o evento teria iniciado por volta das 11h.


Os presos foram liberados após assinarem termos circunstanciados na delegacia, já que estavam portando drogas quando foram abordados.

 

G1

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

 

1
0
0
s2smodern

Destaques