Jul 18, 2019

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Delegado de Polícia é morto a tiros por policiais militares na Bahia

1
0
0
s2smodern

Policiais militares são suspeitos de matarem a tiros, em uma ação policial, o delegado José Carlos Mastique Filho, da Polícia Civil da Bahia, que é titular da delegacia de Jequié (BA), na madrugada de hoje.


De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o delegado estava dentro de um carro, que estava estacionado em frente à uma loja de conveniência do posto de combustível Jequitibá, no município de Itabuna, região sul da Bahia, quando foi abordado pelos policiais e atingido por um tiro no peito. Ele morreu no local.

A PM informou que os policiais não sabiam que estavam abordando um delegado. Segundo o 15° BPM, os policiais socorreram Mastique para o Hospital Base de Itabuna, mas ele morreu antes de receber socorro médico.

A versão da PM é contestada pelo Sindpoc (Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia), que negou que o delegado teria reagido a abordagem policial. O sindicato afirmou que o delegado estava acompanhado de um policial civil e que os PMs simularam socorro ao delegado para modificar o local do crime.

Por meio de nota, a entidade afirmou que Mastique estava com a namorada e outro policial civil quando foram abordados por uma equipe da PM e que eles se identificaram como policiais, informando que estavam armados. Mas, ao tentar entregar a arma aos PMs, o delegado foi atingido por um tiro no peito deflagrado por um cabo da PM.

"O delegado, ao pegar a arma para entregar aos policiais militares, foi alvejado, vindo a óbito no local. Com objetivo de modificar o cenário do ocorrido, simularam socorro à vítima", afirmou o Sindpoc.

O sindicato informou ainda que antes dos PMs chegarem ao local, Mastique tinha protegido a namorada de um policial militar que estava de folga, estaria embriagado e teria tentado agredir a jovem. Ela não teve o nome informado. A PM não confirmou a versão do Sindpoc.

A SSP-BA (Secretaria de Segurança Pública) informou que a 6ª Coorpin (Coordenadoria de Polícia Civil do Interior), localizada em Ilhéus, e a Corregedoria Geral investigam o ocorrido. A secretaria não divulgou se os PMs envolvidos na ação foram afastados e nem detalhou como teria ocorrido a abordagem policial que resultou na morte do delegado.

 

Nota de repúdio do SINDPOC

O SINDPOC repudia a ação desastrosa perpetrada por uma guarnição de policiais militares, onde o cabo da PM Cleomario, assassinou o delegado da Polícia Civil Mastique, após a vítima tentar evitar uma agressão de um policial militar de folga contra a sua acompanhante. Os policiais civis Mastigue e Figueiredo ao serem abordados se identificaram serem policias e estarem armados. O Delegado ao pegar a arma, para entregar aos policiais militares foi alvejado, vindo a óbito no local, com objetivo de modificar o cenário do ocorrido, simularam Socorro a vítima. Os investigadores da Polícia Civil iniciaram a investigação para esclarecer a sociedade com a verdade dos fatos, responsabilizando o autor dessa truculência que ceifou a vida do nosso colega.


Nota do Portal Nacional dos Delegados

A Equipe do Portal Nacional dos Delegados divide, neste momento difícil, a dor da perda dos entes queridos e anuncia suas condolências e apoio aos familiares e amigos do delegado JOSÉ CARLOS MASTIQUE. 

 

UOL

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques