Jul 13, 2020

Bêbado, advogado vomita em delegacia após fugir da Polícia Rodoviária

1
0
0
s2smodern


São José do Rio Preto/SP - Enquanto uma equipe de policiais rodoviários se deslocava na rodovia Washington Luís para registrar uma ocorrência de atropelamento, um veículo Celta, com os faróis apagados, ultrapassou a viatura em alta velocidade.

Em virtude do perigo de vida ao motorista e até de outras pessoas que transitavam pela rodovia, os policiais deram sinal de parada, utilizando a sirene e giroflex, mas o condutor do Celta acelerou e tentou fugir entrando pela alça de acesso à avenida Murchid Homsi.

Houve perseguição até que o celta foi fechado na avenida marginal Governador Adhemar de Barros, no Jardim Veneza.

O motorista do carro, um advogado de 42 anos, “apresentava sinais visíveis de embriaguez, como olhos vermelhos, odor etílico, sonolência, agressividade, exaltação e dispersão”, conforme consta no boletim de ocorrência.

Ele foi detido e levado para a Central de Flagrantes, onde vomitou enquanto aguardava a elaboração do b.o.

D.M.A. concordou em retirar sangue para exame de embriaguez, mas quando seria levado para a UPA Tangará, se agarrou no portão de entrada da delegacia e disse que não iria mais.

Apesar do registro detalhado acerca do estado do advogado, a médica legista acionada para o Plantão atestou que o advogado estava alcoolizado, mas sem sinais de embriaguez.

O documento informa ainda que, nada colaborativo, o advogado sequer foi ouvido formalmente.

Após a elaboração da ocorrência ele foi liberado.

 

CBN


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques