Início » Ronaldo Prado é o novo delegado-chefe da Delegacia Regional de Polícia Federal no Norte do Piauí

Ronaldo Prado é o novo delegado-chefe da Delegacia Regional de Polícia Federal no Norte do Piauí

PI: O evento contou com a presença da Superintendente Regional da Polícia Federal no estado do Piauí, Melissa Maximino Pastor, e demais autoridades e convidados.

por Editoria Delegados

A solenidade de posse ocorreu por volta das 16h desta sexta-feira, 17 de maio, no auditório da instituição na Avenida São Sebastião, bairro São Benedito. O evento contou com a presença da Superintendente Regional da Polícia Federal no estado do Piauí, Melissa Maximino Pastor, e demais autoridades e convidados.

Em entrevista, o novo delegado destaca os planos e metas a frente da delegacia. “Já estão sendo implementadas. A Polícia Federal se antever aos acontecimentos. A gente sabe que com a implementação do Porto aqui no município de Luís Correia, o desenvolvimento virá e consequentemente a criminalidade acompanhando. Mas a Polícia Federal tem que se antever a esses acontecimentos e se planejar. Já está acontecendo isso, de modo a fazer um eficaz combate a esse tipo de criminalidade.

Ronaldo Marcelo destaca ainda que as facções criminosas não deixarão de ser combatidas, sendo uma das principais metas, o combate às facções criminosas e também o combate à corrupção e contrabando. A tecnologia e inteligência serão aprimoradas, antecipando-se aos fatos para um trabalho eficaz e eficiente durante o período eleitoral de 2024, de modo a coibir os crimes eleitorais.

Carlos Alberto, agora ex-chefe da delegacia, após 6 anos na chefia, relata sua experiência durante esse período. “É uma experiência bastante gratificante, dada a relevância estratégica da delegacia de Polícia Federal para o porte do Piauí. Então nós podemos nesse período mantermos fiéis às diretrizes dos orgãos centrais para a região, porquê são elaboradas dentro de um planejamento estratégico. Nós conseguimos nesses seis anos cumprir as metas estabelecidas para nós.”

Indagado sobre sua nova missão, o ex-delegado informou que continuará servindo às atribuições do cargo como delegado, investigando em operações, trabalhando na inteligência, ou seja, com inquéritos, “que o lugar de onde o delegado nunca deve se retirar.”

Quem também participou da solenidade foi a superintendente da Polícia Federal no Piauí, Melissa Maximino, que falou dos desafios de gerir a PF. “O desafio de gerir a PF no Piauí é grande, especialmente pela extensão territorial, em razão de nós dispormos apenas da superintendência na capital e da delegacia de Parnaíba, ao norte. Então uma das nossas missões é buscar instalação da delegacia em Picos, para que possamos atuar mais enfaticamente no sul do estado”, ressaltou a superintendente da PF no Piauí.

Ainda segundo Melissa Maximino, os focos da PF no Piauí continuarão sendo o combate ao crime organizado, a repressão aos crimes de abuso sexual infantil, que segundo ela, nesses primeiros dias do mês de maio foram realizadas seis operações de combate ao abuso sexual infantil, com prisões de estupradores, e resgate de vítimas.

O combate ao crime também será intensificado nos aeroportos do estado. Nessa quinta-feira (17/05) foi realizada uma reunião no Aeroporto de Parnaíba para tratar de uma atuação mais profícua no combate ao crime organizado na cidade e aos crimes cometidos por intermédio dos aeroportos, buscando também a atuação nos portos. Uma das missões é a instalação do Grupo Especial de Polícia Marítima (GPOM) no Porto Piauí.

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

você pode gostar