Mai 24, 2019

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Governo do Maranhão realiza uma série de atividades pelo Dia Internacional da Mulher

1
0
0
s2smodern

Seminários, debates, atendimento preventivo em saúde da mulher e mobilização integram as atividades do mês de março em comemoração ao Dia Internacional da Mulher – 8 de Março. Um dos principais pontos da programação será o movimento ‘Eu Paro!’, paralisação internacional que simboliza a parada de todas as mulheres no mundo, durante uma hora, para reivindicações diversas. As ações são promovidas pelo Governo do Estado e coordenadas pela Secretaria de Estado da Mulher (Semu), com apoio da Delegacia da Mulher e instituições da rede de proteção, até o dia 30 deste mês.

 

Em São Luís, o movimento de paralisação ocorre nesta quarta-feira (8), marcando as celebrações do período. A concentração será na Praça Deodoro, a partir das 14h, de onde os participantes seguem em caminhada pela Rua Grande até a Praça Nauro Machado. No local, haverá debates e sensibilização do público sobre o tema. A parada será de uma hora e o objetivo é levar toda sociedade à reflexão e ação.

 

“Não basta dizer ‘não’ contra essa violência, mas tomar uma atitude, que deve ser assumida pelos órgãos governamentais e também pela sociedade civil organizada e cada cidadão. É de responsabilidade de todos restaurarmos a paz nos lares maranhenses e garantir os direitos da mulher. Com esse foco vamos trabalhar as ações do período”, disse a titular da Semu.

 

O movimento internacional reforça o tema da campanha da Semu deste ano que é ‘Tome Uma Atitude’, voltada ao fortalecimento da Rede de Atendimento à Mulher em Situação de Violência. “Queremos lembrar o quanto é importante o papel e o trabalho da mulher na sociedade”, enfatizou a secretária.

 

Para a delegada da Mulher, Kazumi Tanaka, a paralisação reforça a promoção de políticas pelo fortalecimento dos direitos da mulher e contribui para ampliar os debates sobre esses direitos e outros temas correlatos. “A ideia é mostrar que as mulheres não aceitam o retrocesso nas políticas públicas e buscar melhorias nestas proposições”, explicou. A delegada participa das programações ministrando palestras sobre o tema em escolas, instituições e órgãos públicos.

 

Cronograma

 

A programação da Semu terá atividades da Carreta da Mulher e Mamógrafo Móvel, do dia 8 a 18 deste mês, nas cidades de Barra do Corda, Fernando Falcão e Itaipava do Grajaú. As mulheres terão oportunidade de realizar exames papaniculau, mamografias, aferição de pressão e glicemia. Ainda no cronograma, haverá seminário de sensibilização para criar ou fortalecer a Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher nestas regiões.

 

Bairros da Região Metropolitana de São Luís receberão as ações do Ônibus Lilás. Na programação, seminário de capacitação da Rede de Atendimento às Mulheres Vítimas de Violência, organização das redes de proteção e análise das estatísticas do feminicídio e violência doméstica no Maranhão. Os bairros contemplados são: Vila Itamar, Calemb, Vila Nova República e Itapera (São Luís); São José dos Índios e Juçatuba (São José de Ribamar); Vila São José II, Mojó, Iguaíba e Timbuba (Paço do Lumiar); e Farol, Cumbique e Canto (Raposa).

 

A Ouvidoria da Mulher vai promover atividades até o dia 30 deste mês, nos terminais de integração, Vivas e empresas com panfletagem e sensibilização do público. Dentre os pontos estão: Posto de Saúde Laura Vasconcelos, na Estiva; empresas Viação Primor e Maranhense; na região de Anamandiba e Murtura; Vivas dos shoppings da Ilha, Pátio Norte e a sede na Beira-Mar; e os terminais de integração da Praia Grande, Cohab/Cohatrac, São Cristóvão e Cohama.

 

Nas escolas

 

Nesta quinta-feira (9), integrando as ações do Mês da Mulher, será lançado o projeto ‘Quem Ama Abraça – A Escola Como Espaço de Prevenção’, que terá como foco as escolas da rede pública estadual. Foram escolhidos para esta primeira etapa de implantação os 30 municípios do interior do Maranhão incluídos no Plano ‘Mais IDH’, primeiramente em 10 escolas; e mais 10 unidades da capital.

 

“O objetivo dessa estratégia é sensibilizar os estudantes e ter na escola mais um espaço de prevenção e combate à violência contra a mulher”, explicou a secretária Laurinda Pinto. A gestora reitera que o mês de março será “inteiramente dedicado à mulher, com ações voltadas à prevenção e combate da violência e reforço de direitos”.

 

Governo do Maranhão

 


DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados

 

 

 

 

 

1
0
0
s2smodern

Destaques