Dez 15, 2019

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Flanelinha tenta extorquir delegado e é preso: 'Vaza ou então vou riscar seu carro'

1
0
0
s2smodern

Cinco reais por pessoa que estacionava o carro em um supermercado de Água Clara, distante a 179 km de Campo Grande. Este é o valor cobrado por flanelinhas, que resultaram em denúncias na cidade. No entanto, nessa terça-feira (6), um deles tentou extorquir um delegado e foi preso em flagrante.

"Eu fui abordado e ele veio pra cima, como se realmente fosse me agredir e pedindo o dinheiro. Como não houve o pagamento, disse: vaza ou então vou riscar seu carro. Eu então fiz a abordagem e dei voz de prisão a ele, por tentativa de extorsão", afirmou ao G1 o delegado Felipe Madeira, responsável pelas investigações.

Ainda conforme o delegado, diversas denúncias estavam ocorrendo no supermercado, que fica na região central da cidade. "Os clientes falavam com o segurança e eles expulsavam os flanelinhas. No entanto, nenhuma delas chegou a ir até a delegacia e agora houve o flagrante com este homem, de 40 anos", comentou.

Questionado, ele confessou que cobrava valores dos clientes. "Primeiro ele disse que era R$ 5 por pessoa e depois desconversou. Eles fazem ameaças, aparentam estar alcoolizados e isso já havia ocorrido comigo uma vez, porém, na ocasião eu conversei com o indivíduo e o alertei a não ter este tipo de conduta. Só que este ano as denúncias se intensificaram e o crime é de tentativa de extorsão, que é constranger alguém para fazer algo mediante grave ameaça", explicou Madeira.

Segundo o delegado, o fato foi presenciado por testemunhas e também captado pelas câmeras de segurança. Nas imagens, é possível ver o momento da abordagem do flanelinha. Neste momento, o delegado fala que vários clientes comentaram das abordagens, inclusive uma idosa que ficou "extremamente amedrontada".

O suspeito já possui antecedentes criminais por perturbação de sossego e vias de fato. Neste ano, ele ainda teria invadido loja de comércio embriagado e exigido dinheiro da proprietária. Questionado sobre este crime, ele teria dito que "era apenas uma brincadeira".

G1

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques