Outubro 23, 2017

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Juíza decreta prisão de vigia que ejaculou em mulher em ônibus em SP

1
0
0
s2smodern

No Imirim, vigilante noturno Rafael Anselmo Alves Lopes, de 31 anos, foi preso em flagrante depois de esfregar o pênis em uma mulher em um ônibus 

 

A Justiça decretou a prisão preventiva de um vigia que ejaculou em uma mulher em um ônibus no Imirim, Zona Norte de São Paulo, na quarta-feira (27). Durante audiência de custódia realizada no Fórum da Barra Funda, na Zona Oeste, nesta quinta, a juíza Renata Carolina Cazimiro Braga também atendeu o pedido do Ministério Público (MP) e configurou o crime como estupro.

 

A vítima contou que Rafael Anselmo Alves Lopes, de 31 anos, colocou o pênis para fora da calça, segurou sua cintura e começou a se esfregar. Ela teria tentado se desvencialhar, mas o vigia não deixava.

 

O motorista chamou a polícia, que prendeu o vigia. Ele foi encaminhado ao 38º Distrito Policial, na Vila Amália. Lá, o homem disse que pegou o ônibus decidido a cometer o crime, pois precisava satisfazer seus anseios sexuais, mas negou ter segurado a mulher.

 

A delegada o indiciou por violência sexual mediante fraude e pediu sua prisão. Além disso, a policial solicitou que o suspeito passasse por exame de sanidade mental, já que ele já tinha cometido crime semelhante em 2015, num vagão do metrô.

 

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP) registrou 388 casos de abuso sexual no transporte público da região metropolitana em setembro, informou o SP1 desta quinta-feira (28). Somados aos três novos casos ocorridos nesta quarta-feira (28) na capital paulista, o número vai a 391, uma média de 1,4 casos por dia.

 

G1

 

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

 

 

 

1
0
0
s2smodern