Dez 16, 2019

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Sem conseguir emprego, mulher cobre com flores o pênis que tatuou no braço

1
0
0
s2smodern

Após viralizar por tatuar um pênis no antebraço no início deste ano, Rosineia de Aguiar, de 53 anos, teve que cobrir a parte íntima por um motivo pessoal.

A moradora de Rio das Ostras (RJ) não conseguia de jeito nenhum arrumar um serviço e, por isso, teve que desenhar flores em cima do órgão genital. Para Neia, isso pode indicar um certo preconceito das pessoas.

Ela explicou que não cobriu a tatuagem por vergonha, mas sim porque precisava arrumar um trabalho.


Rosineia garante que não vai desistir do desenho e pretende tatuá-lo em outro lugar, mas desta vez vai preferir esconder com uma blusa para mostrar quando quiser.

Na época ainda da primeira tatuagem, a publicação do tatuador mostrando o trabalho rendeu mais de 10 mil compartilhamentos no Facebook.

 

Comentários

A exposição da matéria pelo Portal Delegados foi realizada para provocar os analistas jurídicos no sentido de verificar quais os crimes, em tese, envolvem essa questão. A primeira, o fato da mulher tatuar uma imagem do órgão genital masculino em local visível ao público, o que poderia caracterizar o delito de ato ou objeto obsceno e o outro lado relativo ao preconceito ideológico daquele que não quis contratar a mulher tatuada para trabalhar em seu estabelecimento.

 

Consultoria Jurídica do Portal Delegados, 180 graus e Metropoles


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques