Nov 15, 2018

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Homem casado fica nu em paquera virtual e, coagido, tem que contar à esposa e PM

1
0
0
s2smodern


Golpista aborda homens casados, inicia conversa sensual, tira a roupa e pede que vítima tire também e minutos depois pede dinheiro em troca do silêncio.

Um homem de 35 anos, casado, denunciou uma mulher que está usando perfil falso em redes sociais para extorqui-lo. A suspeita expos vídeos mostrando o pênis da vítima no Facebook, afirmando que ele é pedófilo e gravou as cenas pornográficas na frente de crianças.

“Expliquei que não tenho condições pagar aquela quantia e foi quando a suspeita passou a pedir R$ 1,5 mil para não espalhar o material e deu um prazo o pagamento”


O caso foi levado na madrugada desta quinta (11) à Polícia Militar, em Cuiabá, após o material ser divulgado. O homem compareceu à Central de Flagrantes junto com a esposa.

De acordo com o boletim de ocorrência, a golpista se identifica como “Bangaly Diane”.

O homem narra que recebeu o convite dela para segui-la nas redes sociais, há alguns dias atrás. Após isso atendeu a uma ligação de vídeo e logo de início ela começou a tirar a roupa e a mostrar os seios, pedindo para que ele também fizesse o mesmo e mostrasse o órgão genital.

O homem alega que ficou “empolgado” com a situação que deixou fluir a conversa por alguns minutos. Depois disso, Bangaly começou a coagi-lo pedindo dinheiro e o ameaçando, dizendo que vai divulgar o material.

Nesta madrugada, ele recebeu uma chamada de vídeo no celular de um número desconhecido. Uma mulher disse a ele que, se não pagasse R$ 20 mil, ela ia espalhar o vídeo em todas as redes sociais.

"Expliquei que não tenho condições pagar aquela quantia e foi quando a suspeita passou a pedir R$ 1,5 mil para não espalhar o material e deu um prazo o pagamento", contou a vítima aos militares. Sem esperar muito tempo, logo em seguida ela compartilhou as cenas "pornôs" no Facebook mencionando que a vítima é pedófilo e gravou o vídeo em frente a uma criança de 11 anos. Também expôs o número de celular dele.

Temendo pela sua integridade física o homem contou para esposa tudo o que aconteceu e ambos foram procurar a polícia, em busca de identificar quem é a pessoa que está por trás desse crime.

O tentou falar com a vítima, mas o celular estava desligado. O caso será investigado pela Polícia Civil.

RD News

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

 

1
0
0
s2smodern

Destaques