Dez 09, 2019

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Foi precipitado o afastamento do delegado de postagem suspeita sobre a vereadora Marielle

1
0
0
s2smodern

 

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Pernambuco (Adeppe), Francisco Rodrigues, classificou com precipitada a decisão da Secretaria de Defesa Social (SDS) de afastar o delegado Jorge Ferreira das funções após a divulgação de suposta postagem feita pelo policial em uma rede social. A publicação faz ofensas à vereadora carioca Marielle Franco, do PSol, que era ativista dos direitos humanos e defensora das minorias. Ela foi assassinada a tiros no último dia 14, no Rio de Janeiro, juntamento com seu motorista, Anderson Gomes. O texto que aparece com a foto do delegado foi duramente criticado. Jorge Ferreira nega a autoria da publicação e diz ter sido vítima de um ataque.

"Quem conhece o delegado Jorge sabe que jamais ele escreveria uma coisa daquelas. A decisão do afastamento dele por parte da SDS (Secretaria de Defesa Social) foi precipitada. É como se ele já estivesse sendo condenado por uma coisa que ele não fez. Até que se prove o contrário, Jorge é inocente. A SDS não tem nenhum indício de que a publicação foi postada por ele", declarou Rodrigues. Nesse domingo, em vídeo postado em seu perfil no Facebook, o delegado negou a autoria do texto atribuído a ele. "Eu jamais diria um absurdo desse, principalmente de uma mulher que era uma ativista, cujas posições podem ser contrárias às minhas, mas nem por isso vou ensejar ódio e estimular crime. Não é do meu feitio", declarou o delegado.

Na manhã desta segunda-feira, Jorge Ferreira esteve na chefia da Polícia Civil onde participou de uma reunião com o sub-chefe, Nehemias Falcão, e o presidente da Adeppe, Francisco Rodrigues. Segundo a assessoria de imprensa da PCPE, a conversa foi para informar ao delegado os procedimentos que foram tomados e que ele estaria sendo encaminhado para o setor de Recursos Humanos da Polícia Civil. Francisco Rodrigues acrescentou que falou com o chefe da Delegacia de Crimes Cibernéticos, Derivaldo Falcão, para dar agilidade à investigação sobre a publicação na página do delegado Jorge Ferreira.

Diário de Pernambuco


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques