Nov 25, 2020
1
0
0
s2smodern

PERNAMBUCO

O sistema que monitora e analisa dados da violência em Pernambuco, o Infopol, registrou em abril passado menos 12,2% mortes violentas intencionais, em relação ao mesmo mês de 2009.

Respectivamente, o número de óbitos foi de 315 contra 355. A redução se deu sobre Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), como o de homicídio doloso, lesão corporal e latrocínio. Foi o 17º mês consecutivo de redução da violência no estado após a implantação do Pacto pela Vida, programa que completa três anos neste mês.

"É muito importante que tenhamos mantido a tendência de queda. Isso demonstra que o modelo de gestão está consolidado", avalia o secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Geraldo Júlio, sobre os dados. Em abril passado, a Secretaria de Defesa Social passou por mudança no comando (entrou o secretário Wilson Damázio e saiu Servilho Paiva). Também houve mudança no comando da Polícia Militar (entrou o coronel Tavares Lira no lugar do coronel José Lopes). Os resultados registrados em abril passado apontam que as mudanças na área de segurança não atingiram o andamento do programa Pacto pela Vida.

"Pernambuco passou por muitos anos em que o número de homicídios só aumentava. Desde 2007, com o trabalho integrado das polícias, o apoio da sociedade e o comando direto do governador Eduardo Campos, quebramos essa tendência. É muito bom ver que os números continuam em queda", comentou o sociólogo José Luiz Ratton, assessor especial do governador para o tema segurança pública e responsável pela estruturação do Pacto pela Vida. A taxa de óbitos em abril deste ano ficou em 3,59, para cada 100 mil habitantes. No mesmo mês de 2009, foi de 4,09, para cada 100 mil pessoas.

A redução dos CVLIs também foi identificada no acumulado do primeiro quadrimestre (janeiro a abril) deste ano, em relação ao memo período de 2009. A diferença ficou em 191 vítimas (foram 1.272 contra 1.463 respectivamente). Um recuo de 14%. E, ao comparar os primeiros quadrimestres dos últimos anos, o Infopol apontou que os dados de janeiro a abril de 2010são os mais baixos desde 2003, quando o sistema de monitoramento da Secretaria de Defesa Socila deu início a uma nova metodologia, que cruza informações das polícias Civil, Militar e Científica e do Corpo de Bombeiros.

Os dados do Infopol são preliminares e aguardam consolidação da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas (Condepe/ Fidem), o que deve ser feito ainda nesta semana. Até então, Pernambuco registra o 17º mês consecutivo de redução da violência. Desde dezembro de 2008, o número de mortes no mês de maio é menor do que no mesmo período do ano anterior. A diminuição acumulada de óbitos foi de 724.

Helder Tavares/DP/D.A Press


FÁBIO GAUDÊNCIO

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social
Portal Nacional dos Delegados

1
0
0
s2smodern

Destaques