Abr 19, 2019

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Polícia Civil do DF assume preservação de cenas de crimes

1
0
0
s2smodern

 

O diretor-geral da Polícia Civil do Distrito Federal, Robson Cândido, instituiu, por meio de uma publicação no Diário Oficial desta quarta-feira (10/4), o plantão extraordinário de preservação de local de homicídios, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. A função, antes desempenhada pela Polícia Militar, a partir deste mês, será responsabilidade de uma equipe formada por três agentes e um delegado da PCDF.

O objetivo dos policiais, que prestarão serviço voluntário, é assegurar a integridade da cena do crime, iniciar as investigações no local do fato, identificado a vítima, eventuais testemunhas e o possível autor.

O Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol) considerou a mudança positiva. “O plantão é bem-vindo porque destaca policiais de fora do expediente e que cuidarão especificamente desses casos. Quando a função era feita pela PM, percebemos que alguns militares acabavam atrapalhando, mexendo no corpo ou na cena do crime. O que atrasa as investigações. Em crimes de morte violenta, o tempo é primordial para a resolução. Agora, vamos iniciar as apurações de forma imediata”, disse o presidente do Sinpol, Rodrigo Franco, o Gaúcho.

O diretor da Divisão de Comunicação da PCDF (Divicom), delegado Lúcio Valente, também ressalta os ganhos para a investigação. “Será uma presença importante no local, uma vez que as equipes irão dar apoio às equipes de perícia, além de garantir que o trabalho deles seja realizado da melhor forma possível”.

Metropoles

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

 

1
0
0
s2smodern

Destaques