Abr 19, 2021

Padre é preso suspeito de cometer três assaltos em um único dia; veja o vídeo

1
0
0
s2smodern

Nesta terça-feira (2), um padre foi preso em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, suspeito de assaltar ao menos três estabelecimentos comerciais da cidade com uma pistola falsa. Segundo o G1, os crimes aconteceram em sequência em dois mercados e uma farmácia do município gaúcho.

Pelas imagens de segurança de um dos supermercados, é possível ver o padre com um boné vermelho e uma máscara de proteção contra a Covid-19. Ao passar seus produtos, ele se aproxima do caixa e saca a arma falsa, obrigando a atendente a lhe dar o dinheiro. Ele ainda teria fugido em uma caminhonete – identificada mais tarde como pertencente à arquidiocese da cidade. O suspeito, chamado Elizeu Lisboa Moreira, de 28 anos, foi reconhecido pelas vítimas e teria levado uma quantia de aproximadamente R$ 2,4 mil.
 

Durante a abordagem, os policiais militares encontraram com ele a pistola de brinquedo que teria sido utilizada nos roubos, além de R$ 655, itens alimentícios e produtos de higiene levados dos locais assaltados. O religioso foi detido e conduzido à delegacia de polícia. O destino do restante do dinheiro ainda é um mistério, segundo o delegado Diogo Ferreira. “Não sabemos se ele tinha alguma dívida ou comprou algo”, afirmou.


“A polícia lavrou um auto de prisão em flagrante pelos três roubos realizados pelo padre, que foi representada pela prisão preventiva em razão da série de roubos ocorridos em pouco tempo e em locais distintos da cidade”, disse ele. De acordo com Ferreira, a polícia ainda está realizando investigações no caso. “Estamos tentando entender o que levou o padre a fazer isso. Ainda não conseguimos chegar na motivação. Ele não falou muito durante a lavratura do flagrante e estava bastante calmo”, informou.


Padre Elizeu celebrando missa em Tapejara (Foto: Reprodução)

Ferreira ainda relatou que o padre falou pouco no interrogatório. “Ele disse que os crimes foram feitos num momento de loucura. Foi a única frase que ele disse. Estava totalmente calmo, parecia que não tinha caído a ficha do que ele fez e que estava no mundo da lua. A arma de brinquedo que ele usou não deve pesar 10 gramas, é de plástico e oca. Um fato sem explicação”, declarou.


Arcebispo se manifesta após prisão do padre

De acordo com o arcebispo de Passo Fundo, Dom Rodolfo Luís Weber, Moreira nunca apresentou qualquer comportamento que explicasse esses assaltos, e era bem querido na comunidade: “É um comportamento fora de qualquer lógica. O que soubemos hoje é que há três semanas ele suspendeu por conta própria uma medicação para tratamento psiquiátrico. Talvez seja um dos fatores que tenha desenfreado esse tipo de comportamento. Não sabemos”.

“O mais chocado de todos sou eu, que acompanho a formação desses jovens. Ele era recém-ordenado, uma pessoa que estava indo bem nos seus trabalhos. E de uma hora para outra acontece um fato desses. É chocante. É triste. É muito sofrido”, afirmou.


Elizeu foi ordenado padre em 2019 e desde então trabalhava em uma paróquia do município de Tapejara. Ele não possuía antecedentes criminais. Preso preventivamente na Penitenciária de Passo Fundo, ele foi suspenso temporariamente de suas funções na Igreja Católica. O caso está em análise no Judiciário, e o sacerdote está sendo acompanhado por uma advogada contratada pela família

Hugo Gloss

DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

   

1
0
0
s2smodern

Destaques