Nov 25, 2020

'Esses presos vão superlotar outra delegacia', afirma delegado

1
0
0
s2smodern

SERGIPE

Após a fuga de sete presos no último domingo, 25, dezesseis presos foram transferidos da 3° Delegacia Metropolitana na tarde desta segunda, 26. Segundo o delegado João Aragão, essa transferência já era para ter sido feita, mas não estava programada, no entanto ela foi impulsionada pelas fugas do último domingo. A 3° Delegacia Metropolitana foi interditada por ordem do secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy Menezes.

“Essa delegacia não comporta presos por muito tempo. A transferência não aconteceu antes por falta de vaga. Agora esses presos vão superlotar outras delegacias”, declara o delegado. Os dezesseis presos que estavam na 3° Delegacia Metropolitana serão encaminhados para a 1°, 2° e 5° delegacias metropolitanas e também para a Delegacia de Homicídios. João Aragão informa ainda que inquérito policial da maioria dos presos já foi concluído, restando apenas que eles sejam encaminhados à penitenciária.

Os presos conseguiram fugir serrando as grades e foram embora pelo telhado da delegacia. O delegado João Aragão conclui que a Polícia Civil não está treinada para a custódia de presos. “Nós não temos a função de carcereiro, mas de agente investigador. A Polícia Civil não é treinada para tomar conta de presos, mas para investigar”, frisa.

Dos sete que fugiram da 3° Delegacia Metropolitana no último domingo, apenas um foi recapturado até o momento, Jailson Ferreira. Os outros fugitivos são Wesley Bonfim, acusado de tráfico de drogas, Diego da Silva, com mandado de prisão expedido, Eduardo de Jesus, por furto qualificado, Fábio Francisco Santos, por tráfico de drogas, e José Carlos Menezes, que responde por agressão doméstica.

cinform

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social
Portal Nacional dos Delegados

1
0
0
s2smodern

Destaques