Nov 25, 2020
1
0
0
s2smodern

MATO GROSSO

A delegada Ana Cristina Feldner, que preside o inquérito que apurou a morte do policial militar de Alagoas, soldado Abinoão Soares de Oliveira, pediu o indiciamento e prisão preventiva de cinco militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Feldner concede coletiva a imprensa na sede da Diretoria Geral da Polícia Civil, no Centro de Cuiabá.

Foram indiciados por homicídio triplamente qualificado os tenentes da PM Dulcézio Barros Oliveira e Carlos Evane Augusto. Os outros três militares indiciados, por tentativa de homicídio, são o sargento Moris Fidélis Pereira, cabo Antônio de Abreu Filho e o soldado Saulo Ramos Rodrigues.

 


30mai10-mt-delegada-feldner-prisao-2

Feldner falará sobre a conclusão do inquérito, que apontou que Abinoão foi morto por afogamento e saiu do local morto. Ele teria sofrido tortura e passado por condições desumanas.

A morte de Abinoão aconteceu no dia 24 de abril, durante treinamento do 4º Curso de Tripulante Operacional Multimissão (TOM-M), realizado no Terra Selvagem Golf Club, na estrada de acesso ao Lago do Manso, em Chapada dos Guimarães.

Também passaram mal, durante o curso, a cabo da Polícia Militar de Mato Grosso, Flávia Aparecida Rodrigues, o soldado da PM do Paraná, Luciano Roberto Frezato, e o soldado da PM de Goiás, Thiago Rodrigo Mendes da Silva.

midia news

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social
Portal Nacional dos Delegados

1
0
0
s2smodern

Destaques