Jun 25, 2022

Delegada diz que Cupertino, preso por matar Rafael Miguel, parecia 'feliz'; passou a noite na cela a felicidade acabou

1
0
0
s2smodern

Segundo a delegada Ivalda Aleixo, Paulo Cupertino Matias (esquerda:imagem), principal suspeito de assassinar o ator Rafael Miguel e os pais do jovem, parecia "feliz" ao ser conduzido por policiais da 6ª Seccional ao 98º DP. 

Cupertino foi preso ontem, em São Paulo. O crime ocorreu em junho de 2019, e o acusado estava foragido há quase três anos.


"Ele estava empolgado. Primeiro que parece que ele estava feliz naquele monte de gente lá", afirmou Aleixo.


Já hoje, durante o "Encontro com Fátima Bernardes", o repórter Walace Lara afirmou que o semblante de Cupertino havia mudado.


"Os policiais notaram que, após ele dormir em uma cela com outras três pessoas, saiu bem abalado e já não estava com o mesmo "ânimo" do momento da prisão. No momento da prisão, ele não demonstrou abatimento algum, segundo os policiais", disse.

Relembre o caso

O ator Rafael Miguel, que interpretou o personagem Paçoca na novela "Chiquititas", do SBT, e seus pais, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel, foram assassinados em junho de 2019, em São Paulo.


Os três foram baleados após terem ido até à casa da namorada do ator de 22 anos, Isabela Tibcherani. O crime aconteceu na Estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, na zona sul da Capital.


O pai da namorada de Rafael, Paulo Cupertino Matias, teria sido o autor dos disparos. Ele era contra o namoro da filha. No mesmo mês, a Justiça decretou a prisão temporária de Cupertino, que fugiu depois do crime.


UOL


DELEGADOS.com.br
Portal Nacional dos Delegados & Revista da Defesa Social

1
0
0
s2smodern

Destaques