Nov 28, 2020

Comerciante arma flagrante para falsos policiais

1
0
0
s2smodern

SÃO PAULO

Dois homens foram presos e um terceiro fugiu após tentarem extorquir um comerciante da região da rua Santa Ifigênica, na zona central de São Paulo. Eles se fizeram passar por policiais ameaçando e pedindo dinheiro para a vítima. O comerciante chegou a dar R$ 5 mil, mas com medo, procurou a Corregedoria da Polícia Civil, que passou a investigar o caso.

Policiais da DOC (Divisão Operacional da Corregedoria) marcaram um encontro da vítima com o suposto policial, no estacionamento de um supermercado localizado em Pirituba, zona oeste da capital.

A equipe observou à distância quando o comerciante entregou R$ 15 mil em notas falsas para os três supostos policiais, que estavam dentro de um carro. Depois da entrega, a polícia abordou os criminosos, que fugiram. Houve perseguição e troca de tiros. O veículo parou alguns metros depois, atingido por uma bala em um dos pneus. Neste momento, um dos suspeitos foi baleado no ombro.

Os suspeitos ainda jogaram o veículo contra o carro de uma família. O motorista foi retirado do carro e sua esposa e seus dois filhos foram feitos reféns por dois dos criminosos, que, durante a fuga, acabaram atropelando o terceiro comparsa e um policial.

Mais à frente, o suspeito que usava camisa do GARRA (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos) e distintivo falso de investigador abandonou o cúmplice baleado, que foi preso em seguida pelos policiais. Poucos metros depois, abandonou o carro e a família e fugiu. A polícia não sabe se ele fugiu a pé ou se roubou outro carro.

O carro dos criminosos e duas armas, um revólver calibre 45 e uma pistola calibre 380, foram apreendidos. Os suspeitos feridos foram encaminhados ao pronto socorro de Pirituba.

O caso será registrado na sede da Corredoria da Polícia Civil, na região central de São Paulo.

R7

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social
Portal Nacional dos Delegados
1
0
0
s2smodern

Destaques