Set 24, 2021

‘O psicopata está ao seu lado’, por Matheus Araujo Laiola

1
0
0
s2smodern

Provavelmente o leitor já ouviu falar: “este cara é um Psicopata”.


Mas o que é um Psicopata? Você saberia reconhecê-lo?


O leitor pode pensar que o Psicopata é um sujeito com cara de bandido, assassino, truculento e com comportamentos óbvios que o indicam ser um criminoso.


Ledo engano.    


Literalmente, Psicopata (também chamado de Sociopata) vem do grego “psyche”- mente; e “pathos”- doença. No entanto, do ponto de vista psiquiátrico, a Psicopatia não é uma doença mental.


O Psicopata não é considerado louco.


Ao contrário, ele é uma pessoa fria, calculista, mentiroso, dissimulado, sedutor, manipulador, perverso, arrogante, metido, autoconfiante, com mania de grandeza, obsessivo pelo poder, e o pior: desprovido de qualquer sentimento de culpa ou remorso.


São predadores sociais; normais na aparência, perigosos em suas atitudes.


Podem ser encontrados em qualquer local, homem ou mulher, rico ou pobre. Eles estão por toda a parte e é possível encontrá-los em inúmeras profissões.


Eles sabem o que estão fazendo, sabem que pode estraçalhar a vida de outra pessoa, mas não possuem qualquer sentimento de culpa em seus atos.


São pessoas atraentes, mas que deixam um rastro de tristeza por onde passam, onde somente eles são os beneficiários. Agem com maldade por mero prazer, sem qualquer arrependimento.


Ao contrário do que a maior parte das pessoas imagina, a grande maioria dos Psicopatas não é Homicida.


Um Psicopata pode, simplesmente, ser um Golpista, Estelionatário/171 ou mesmo um Político ganancioso.


No primeiro contato, ele parece ser uma pessoa excelente, acima da média, despertando confiança e simpatia, porém, provocam enormes estragos nas vidas das pessoas.


Mas como reconhecer um Psicopata? Investigue sua vida pregressa, seus amigos, familiares, empregos por onde passou, afinal, uma boa maneira de prever o que ele poderá fazer no futuro é investigando o seu passado.


Eles costumam se passar por coitados, vítimas da sociedade, tentam despertar nossa piedade. Ao sermos piedosos, nos tornamos mais vulneráveis e é aí que mora o perigo.


Para o Psicopata, enganar os outros, roubar, lesar, matar, etc, é normal. Quando são desmascarados, possuem uma enorme habilidade em culpam os outros... a culpa é sempre dos outros.


Talvez a característica que mais nos choca é a total ausência de culpa e de arrependimento.


Um Psicopata possui enorme habilidade em manipular as pessoas, buscando prazer imediato, não se preocupando com o futuro. Em casos extremos, cortam e mutilam um corpo de uma pessoa como se estivessem cortando um suculento bife no jantar.


Cuidado, leitor! As aparências enganam, fique alerta com uma pessoa aparentemente maravilhosa, bajuladora/puxa-saco, ela pode ser um Psicopata, que derrama lágrimas de crocodilo, assim como o animal que lacrimeja enquanto engole suas presas.

 

Sobre o autor


Matheus Araujo Laiola, Delegado da Delegacia do Adolescente de Foz do Iguaçu, ex-Delegado no Estado de Minas Gerais, Pós-graduado em Direito Constitucional, em Segurança Pública, em Gestão Pública, e Pós-Graduando em Investigação Criminal e Psicologia Forense.


DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados

1
0
0
s2smodern

Destaques